quinta-feira, 27 de julho de 2017



                                                                The Rodrigo and his friend Rafael

The Rodrigo was a boy who had 12 years and who lived in a small village which was called pinion.
He had a great friend whose name was Raphael, who was 14 years old and who lived in the Algarve.
Every year when the Rodrigo had the school, he would spend the summer home of Raphael, and was going to kill me from the beach, because in Pinhão there was no beach, the nearest beach is 60 km away from where he lived.
The Summer House of Rafael was situated right next to the beach which was very good, because they could spend all day on the beach.
He loved to play with the Rafael, because he was a close friend of him and because he was also very playful and funny.
They agreed very early, because they wanted to go very early to the beach, and also because they wanted to go for a swim.
They liked much area on the beach. In the morning they used to make sand castles, and while they were waiting to go to water,gathered their meat shells because the Rodrigo liked to collect shells.
After soaking shells used to eat lunch early because they wanted to go to the water too early.
When they had lunch would normally eat an ice cream, because both were too greedy.
Then when they were waiting to go to water was usually they get to rest a little, because the afternoon would have many adventures.
In the afternoon they liked a lot of playing cards, playing with the soccer ball.
When the sun began to arrive they went though back home because the next day was going to be full of other adventures.


Life Lesson: No, and we are far away from each other that we will be friends, and we also enjoy all the moments of life, as if they were our last.

sábado, 22 de julho de 2017



O António e o seu amigo especial 
Era uma vez um menino chamado António, esse menino tinha seis anos, todos anos ele ia de férias para a casa da Avó Maria porque a mãe estava a trabalhar e não tinha tempo de estar com o filho.
Quando chegava o último dia de aulas o António ficava muito entusiasmado.
No primeiro dia quando chegou a casa dos avós teve a manha toda a jogar a bola com o avo
Depois de jogar a bola foi almoçar o almoço era bife com batata frita (era o seu favorito).
Quando acabou de almoçar pediu a avó se podiam ir ao café porque ele queria comer um gelado 
A avó disse que podiam ir quando iam a caminho o menino viu um menino muito pobre e perguntou a avó quem era aquele menino a avó disse-lhe que era um menino de uma família pobre.
Avó (disse o António) achas que depois o comer o gelado posso ir brincar a bola com aquele menino a avó disse que sim.
E assim foi depois de comer um gelado o António foi brincar a bola com o menino a partir deste dia todas as tardes o António ia jogar a bola com o menino 



Lição de Vida: Não importa se é pobre ou rico, todos somos iguais e devemos respeitar todos e tratar todos da mesma maneira.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

                               O Rodrigo e o seu amigo Rafael
O Rodrigo era um menino que tinha 12 anos e que vivia numa pequena aldeia que se chamava Pinhão. 
Ele tinha um grande amigo que se chamava Rafael, que tinha 14 anos e que vivia no Algarve.
Todos os anos quando o Rodrigo acabava a escola, ele ia passar o Verão a casa do Rafael, e ia matar saudades da praia, porque em Pinhão não havia praia, a praia mais próxima estava a 60 km de onde ele vivia.
A Casa de Verão do Rafael estava situada mesmo ao pé da praia o que era muito bom, pois podiam passar o dia todo  na praia. 
Ele adorava brincar com o Rafael,  porque ele era muito amigo dele e porque também era muito brincalhão e malandro.
Eles acordavam sempre muito cedo, porque queriam ir sempre muito cedo para a praia, e também porque queriam ir dar um mergulho.
Eles fartavam-se de divertir na praia. De manha costumavam fazer castelos de areia, e quando estavam a espera de ir para água,apanhavam conchas porque o Rodrigo gostava de coleccionar conchas. 
Depois de apanhar conchas costumavam almoçar cedo, pois queriam ir para a água muito cedo.
Quando acabavam de almoçar normalmente iam comer um gelado, pois eram ambos muito gulosos. 
Depois quando estavam a espera de ir para água era habitual eles ficarem a descansar um pouco,  porque a tarde iriam ter muitas aventuras.
De tarde eles gostavam muito de jogar as cartas, de jogar com a bola de futebol.
Quando o por-do-sol começava a chegar eles iam embora para casa pois o dia seguinte ia ser recheado de outras aventuras.


Lição de Vida: Não e por estarmos longe um do outro que não vamos ser amigos, e também devemos aproveitar todos os momentos da vida, como se eles fossem os nossos últimos.                                                                

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016



                                          
                                                      Mr Anibal and the James

It was an old man who was called Hannibal had 78 years, who lived in a small village.
Mr Hannibal lived alone because his wife had already died, and the rest of his family was overseas.
And the only friend he had was a boy named James, who was ten years old.
When you get out of the school the James would always have the house of the Lord, Hannibal, where it was all afternoon to keep company.
The two were entertained all afternoon.
The James told jokes and riddles to Mr Hannibal, while Mr Hannibal taught James to play Chess and checkers.
One day when he came home he asked a question the mother.
Mother think you can bring the Lord Hannibal home, because he is there alone, and here he have more company.
The mother said that he could be, but first they had to go speak with the Lord Hannibal for asked if he wanted to come to their house.
The next day the mother was seeking the James for school, then you were both the house of the Lord, Hannibal.
When they were arriving at the foot of the door they saw that the Lord Hannibal was there window, there are hopes that James would come.
Mr Hannibal opened soon the door and said:
Good Afternoon James today come with your mother.
I yes, I and my mother have a question for you.
Mr Hannibal would like to come and live in our house as here is a lot of time alone, there in our house have much company and thus is also more time with James, what and think.
Yes you can be the Lord said Hannibal.
The next day early in the morning before going to the James is the mother was seeking the Lord Hannibal. 
Mr Hannibal got the rest of his life happy and stayed at home of James.

Life Lesson: We should be helping the older because this time the Lord was Hannibal who needed help for the next we can be ourselves.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016



                                                           O Senhor Aníbal e o Tiago

Era um velhote que se chamava Aníbal tinha 78 anos, que vivia numa pequena aldeia.
O Senhor Aníbal vivia sozinho pois a sua mulher já tinha morrido, e o resto da sua família estava no estrangeiro.
E o único amigo que ele tinha era um menino chamado Tiago, que tinha dez anos.
Quando saia da escola o Tiago ia ter sempre a casa do Senhor Aníbal, onde ficava a tarde toda a fazer companhia.
Os dois ficavam entretidos todas as tardes.
O Tiago contava anedotas e adivinhas ao Senhor Aníbal, enquanto que o Senhor Aníbal ensinava o Tiago a jogar Xadrez e Damas.
Certo dia quando chegou a casa fez uma pergunta a mãe.
Oh mãe achas que podemos trazer o Senhor Aníbal para casa, porque ele lá está sozinho, e aqui ele têm mais companhia.
A mãe disse que podia ser, mas primeiro tinham que ir falar com o Senhor Aníbal para lhe perguntarem se ele queria vir para a casa deles.
No dia seguinte a mãe foi buscar o Tiago há escola, depois foram os dois a casa do Senhor Aníbal.
Quando estavam a chegar ao pé da porta viram que o Senhor Aníbal estava há janela, há espera que o Tiago viesse.
O Senhor Aníbal abriu logo a porta e disse:
Boa Tarde Tiago hoje vens com a tua mãe.
Venho sim, eu e a minha mãe temos uma pergunta para lhe fazer.
O Senhor Aníbal gostaria de vir viver para nossa casa como aqui está muito tempo sozinho, lá em nossa casa têm muita companhia e assim também está mais tempo com o Tiago, o que e acha.
Sim pode ser disse o Senhor Aníbal.
No dia seguinte logo de manha antes de ir por o Tiago há escola a mãe foi buscar o Senhor Aníbal.
O Senhor Aníbal ficou o resto da sua vida contente e ficou em casa do Tiago.

Lição de Vida: Devemos ser ajudar os mais velhos pois desta vez era o Senhor Aníbal que precisava de ajuda para a próxima podemos ser nós.

terça-feira, 29 de novembro de 2016



                                                               Joseph and his family

Once upon a time Joseph and his family, who live in a village near Estremoz.
His family was very poor and could not give many toys to Joseph because he had many economic difficulties.
The Joseph understood but sometimes felt sad because in the playground at school their friends had always many toys and he rarely had toys, many times was the interval within the room to design alone.
But one day that changed, because the Andrew who was one of his classmates noticed that Joseph was always sad and you never had toys because it had many financial difficulties.
In this day when the Father of Andrew was the search for the school, Andrew asked for one thing father.
Asked his father if he could get a job to the father and mother of Joseph, because they live with many financial difficulties and father of Andrew said that he had a lack of employees and told the son that would arrange a meeting with the parents of Joseph.
The following day the father of Andrew was by the André, when we arrived there is school to go by the André, saw parents of Joseph and decided to just get in touch with them.
The first thing the Father Andrew asked the parents of Joseph was if they were looking for employment, parents of Joseph said they were looking but had difficulty in finding employment.
I was the father of Andrew asked if they wanted to go to work for the plant it, parents of Joseph accepted soon all excited, the father of Andrew asked if they could go into the following morning to deal with everything.


The lesson of history: Just a simple gesture to change the life of someone, and we must help to others because we do not know the future.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016



                                                                José e a sua família


Era uma vez o José e a sua família, que vivam numa aldeia perto de Estremoz.
A sua família era muito pobre e não podiam dar muitos brinquedos ao José porque tinha muitas dificuldades económicas.
o José compreendia mas as vezes sentia-se triste porque no recreio na escola os seus amigos tinham sempre muitos brinquedos e ele raramente tinha brinquedos, muitas vezes ficava o intervalo dentro da sala a desenhar sozinho.
Mas certo dia isso mudou, porque o André que era um dos seus colegas de escola reparou que o José estava sempre triste e que nunca tinha brinquedos porque tinha muitas dificuldades financeiras.
Nesse dia quando o pai do André foi o buscar a escola, o André pediu uma coisa pai.
Pediu ao pai se podia arranjar um emprego ao pai e mãe do José, porque eles vivam com muitas dificuldades financeiras e pai do André disse que tinha falta de empregados e disse ao filho que ia marcar uma reunião com os pais do José.
No seguinte dia o pai do André foi por o André, quando chegou há escola para ir por o André, viu os pais do José e decidiu logo falar com elas.
A primeira coisa que o pai André perguntou aos pais do José foi se eles estavam a procura de emprego, os pais do José disseram que estavam a procura mas estavam com  dificuldade em encontrar emprego.
Foi ai que o pai do André perguntou se eles queriam ir trabalhar para a fábrica dele, os pais do José aceitaram logo todos entusiasmados, o pai do André perguntou se eles podiam ir la na seguinte manha para tratarem tudo.


Lição da História: Basta um simples gesto para mudar a vida de alguém, e devemos ajudar nos aos outros porque não sabemos o futuro.